Precisa coragem

Enquanto estamos aqui, sentados frente as nossas televisões, com os ouvidos ligados no rádio ou os olhos a percorrer as letras das páginas dos jornais e da rede, outros estão trabalhando arduamente para que o mundo além de nossas ruas ou trabalho seja trazido até nós, para que saibamos exatamente onde estamos inseridos, para onde estamos indo e, especialmente, possamos avaliar criticamente para onde devemos ir.

Sempre tive admiração especial pela profissão de jornalista. Talvez, porque tenha crescido em uma casa onde o ambiente das redações sempre esteve presente através das palavras de meu pai sobre mais um dia de seu trabalho, nos papos dele com seu irmão sobre aquele título de ontem ou nos bate-papos via “msn” sobre aquela apuração que deu trabalho para um certo repórter do peito.

Quantas vezes não escutei: “Drica, não enrola! Dá o lead” (rsrsrsrs)… Ou então, que o abre de hoje foi sobre determinado assunto, a capita ficou boa e a contra superou as expectativas.

A verdade é que enquanto estamos aqui, vidrados naquela notícia, não nos damos conta da coragem necessária. Coragem para enfrentar a decisão de que seus quatro anos de estudo foram igualados a nada ou para se lançar às balas perdidas de um mundo que anda cada vez mais sem rumo.

Há um tempo jornalistas no México pediam uma “orientação”  sobre o que publicar para ter a vida poupada. No Brasil, Tim Lopes com sua força e determinação vive na memória, assim como ficará gravado para muitos a bravura de Gelson Domingos a despeito da cena triste de uma trajetória interrompida por um tiro disparado em mais uma batalha desta guerra sem fim.

Muitos exemplos eu poderia citar de amor, dedicação, compromisso, responsabilidade e fidelidade a esta profissão. Só entre os de meu convívio já teria muitas histórias marcantes e de respeito ao jornalismo. Mas nem será preciso! Os fatos de hoje falam por si. Então só me resta deixar esta homenagem à coragem… Uma singela homenagem a tanta coragem.

Drica

Anúncios

Sobre waissfoüderes

A equipe "waissfouderes" é formada por Creber, Drica, Falácia, Felícia e Psicotropical. Por enquanto... Siga o nosso twitter: @waissfouder
Esse post foi publicado em éfroyder e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s