E viva a intimidade!

No começo é aquele cuidado todo. Você pensa bem no que vai falar e o que vai perguntar porque não sabe ao certo o que seu interlocutor vai pensar. E, poxa, é uma pessoa tão bacana, não é? Você não quer correr o risco de perder o prazer de tal companhia por conta de uma palavrinha mal colocada ou uma impressão falsa que possa involuntariamente passar.

Mas tempo vai, tempo vem… E o convívio vai revelando muito sobre a personalidade, o modo de aquela outra pessoa ser e lidar com as situações cotidianas. Vocês se abrem um para o outro, contam alguns defeitinhos mútuos-ah, sim…com o passar do tempo é permitido admitir que você não é perfeita(o)- e passam a levar a relação de forma mais relaxada, sem frescuras… As frases tortas tem efeito apenas por alguns minutos porque você sabe e conhece bem quem as proferiu.

E vai então surgindo a dita cuja da intimidade. Ela é bem gostosa… É divertida! E acontece em qualquer relacionamento seja ele de amizade ou de namoro/casamento/e todas as outras versões modernas de algo que dure mais que uma noite, envolva sexo, mas não seja nenhum dos dois.

É ela que te permite dizer um “não enche o saco, vai”, “fique quietinho (a) agora que eu não estou para conversar” e “outras coisas do gênero”. Que te possibilita dizer palavras como tonto (a), besta e burro (a)- tão pueril- sem nem titubear. Ou então falar que não gostou da comida da sogra, que o vestido da amiga é horrível e que a maquiagem da cunhada está carregada demais. Os menos asseados usam dela para compartilhar gás metano ou eructar junto aos mais próximos (ou soltar um punzão e arrotar… Para falar o português claro e cheio de intimidade).

Claro que há o caso dos “caras de pau” e dos sinceros demais. Estes não precisam de intimidade para fazer tudo isto. Mas deixemos eles para uma próxima vez.

O certo é que sou fã dos relacionamentos íntimos. Eles te propiciam momentos impagáveis de diversão e de raiva também (por que não? hahahaha), mas de muita verdade… Sem convenções… E normalmente são vividos com pessoas importantes para você. Com quem se compartilha os melhores e os piores momentos… Mesmo que, às vezes, aquela pessoa querida escorregue na casca de banana e segure em você para que você caia  de bunda e não ela, digo: vale a pena!

Um “viva” para a intimidade!

Drica

Anúncios

Sobre waissfoüderes

A equipe "waissfouderes" é formada por Creber, Drica, Falácia, Felícia e Psicotropical. Por enquanto... Siga o nosso twitter: @waissfouder
Esse post foi publicado em éfroyder, pérolas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s