Odete Roitman, a vilã fogosa que sai de cena e entra pra história

Hoje à noite, a maior vilã das telenovelas é executada misteriosamente. Odete Roitman (Beatriz Segall) da novela Vale Tudo (1988), reprisada agora no Canal Viva, tem o diabo nos coros. Comprou as pessoas que lhe interessaram, jogou a culpa da morte do filho na filha bêbada, teve um caso com a amante da mulher do filho (corno e mala), chantageou, armou até pra estragar comida de restaurante. Enfim, sacaneou, sacaneou e sacaneou. Sem contar que arrancou muitas risadas tirando barato do Brasil, como quando chamava o país de “essa terra de Tupiniquins“. Quanta coisa não mudou de lá pra cá…

Mas, o jogo virou. Odete só tem se ferrado nas últimas semanas. Perdeu respeito, tomou chifre, rodou nos negócios. Agora foda mesmo era pro cafetão ‘transar’ aquela coroa fogosa toda hora numa época sem viagra.

Anúncio no Jornal do Brasil no dia 23 de dezembro de 1988, véspera da morte de Odete Roitman

No capítulo anterior, seu segredo foi revelado pela Dona Benta do Sítio do Pica Pau Amarelo: a malvada foi a real culpada pelo acidente que matou um filho e tramou para que a filha pingunça pagasse o pato e, com isso, afundasse de vez na cachaça. Após a revelação, Heleninha (a filha) diz que todo mundo a odeia e que ela é uma sem futuro. Porra cachaceira… errou feio em suas duas afirmações. Primeiro, Odete é monstra, homenagens vão rolar hoje no twitter e, segundo, como assim sem futuro? A bagaça é só a considerada a pior, ou melhor, vilã de telenovelas e vítima do maior assassinato cometido nelas.

Odete não deixou barato as provocações e respondeu na lata que só com tudo que fez pra segurar “uma família infeliz que o destino meu deu, um marido pra carregar, uma filha bêbada, um filho incapaz, sem nenhum senso prático. Bêbados batem o carro toda hora”. Toma, sua 51! Mas, suas horas estão contadas. Hoje, ela leva bala e sai de cena pra entrar pra história.

Na reportagem “Autores sugerem um novo assassino para Odete Roitman em ‘Vale Tudo’”, de Keila Jimenez, no jornal Folha de S. Paulo, do dia 26 de junho, autores sugeriram finais bem interessantes para a ricaça. O abaixo foi dos mas engraçados:

Para Walcyr Carrasco, autor de “Morde & Assopra” (Globo), um assassino ideal para Odete seria seu amante, César (Carlos Alberto Riccelli). “Ele a faria morrer do coração em plena lua de mel… Afinal, Odete não é novinha para uma vida tão fogosa!”, diz Carrasco.

Já pensou Odete loka, nua e caindo de quatro após vibrar: “vou ter um orgasmaaannn!”

Creber

Anúncios

Sobre waissfoüderes

A equipe "waissfouderes" é formada por Creber, Drica, Falácia, Felícia e Psicotropical. Por enquanto... Siga o nosso twitter: @waissfouder
Esse post foi publicado em sifú e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Odete Roitman, a vilã fogosa que sai de cena e entra pra história

  1. Pingback: Mais um vilão no saco! | Waissfoüder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s